JOÃO PEDRO LOPES

Apesar da minha formação académica ter sido nas áreas do Direito e da Sociologia, foi a intensa relação com o desporto que marcou grande parte da minha vida profissional. Campeão Nacional de Enduro, Medalha de Prata e Bronze em Campeonatos do Mundo e algumas vitórias nas provas mais emblemáticas dos Rally Raids Mundiais, bem como participação nas principais provas africanas, são alguns dos marcos mais importantes.

Fui Seleccionador Nacional de Enduro, organizei múltiplos estágios de pré-competição e também para pilotos profissionais, e um dos fundadores do Montanha Clube, associação com intensa actividade na organização de provas e desafios ao mais alto nível internacional, entre os quais se destacam os ISDE (International Six Days Enduro) e as Selecções do Camel Trophy para Espanha, França, Alemanha, Itália, Suécia e Portugal.

Mais tarde, fui responsável pelo desenvolvimento de alguns dos projetos de maior notoriedade na área desportiva motorizada, nomeadamente na Formula 1, Todo-Terreno, GT’s, Porsche Cup GT3 Brasil.

Fora do âmbito desportivo, os aspectos mais relevantes prendem-se com o exercício de cargos de Direcção na Cooperativa de Estudos e Documentação, na Sociedade de Estudos do Século XVIII e na Sociedade de Geografia. Fui, ainda, consultor da ACAP (Comissão Especializada de Motociclos).

As competências ao nível da Consultoria, Soluções Integradas e Comunicação tiveram como suporte, entre outras, a criação/fundação de 4 empresas especialmente preparadas para dar resposta a um leque muito alargado de exigências e solicitações.

A formação, acompanhamento de empresas e desenvolvimento de ações de proximidade junto de grupos alvo são outras das áreas de especialização que ainda hoje permanecem activas.

A relação com a bicicleta é antiga, inicia-se ainda na infância quando tinha cerca de 3 anos de idade, passando a ser, desde essa altura, até aos dias de hoje uma companhia inseparável. O aparecimento das bicicletas de montanha nos anos 80 acrescentaram redobrado interesse à utilização regular, seja com intuito meramente desportivo no complemento da preparação física, sej pelas inumeras possibilidades que o novo conceito criou. A participação regular em provas de BTT e as primeiras viagens de descoberta, a solo e em grupo, de um Portugal escondido deram claramente uma nova dimensão a esta relação antiga. O conceito que a Bike in Portugal vem desenvolvedo nos últimos anos é prolongamento natural da validação da bicicleta como veiculo de eleição para viajar nas férias. 

Contacte-nos

Envie-nos um email, entraremos em contacto assim que possível.

0